Seleção masculina conquista a medalha de bronze do Intercontinental, enquanto feminina chega ao Mundial após cinco anos

As Seleções Brasileiras masculina e feminina de polo aquático retornaram do Intercontinental da Liga Mundial, em Lima, no Peru, com a classificação garantida para o Mundial de Budapeste, que acontece na Hungria. O time masculino faturou a medalha de bronze do Intercontinental após superar o Canadá em uma partida emocionante. Já a equipe feminina recuperou a campanha negativa no começo da competição e garantiu a vaga em cima da Argentina.

O Brasil encerrou a fase classificatória do Intercontinental, realizado pela FINA – Federação Internacional de Natação, com duas vitórias e duas derrotas.

Após cair para a Austrália na fase eliminatória, por 11 a 6, a equipe verde e amarela enfrentou o Canadá na disputa do bronze. Em uma partida acirrada, os meninos do Brasil derrotaram o adversário por 11 a 8 e confirmaram a medalha de bronze do Intercontinental e a vaga no Mundial.

Imagem CBDA

“Foi um passo muito importante para o polo aquático nacional! Depois de alguns anos, o Brasil irá jogar o Mundial e também a Liga Mundial, um momento que todos do esporte esperavam muito. Estamos em competições de alto nível, não fizemos a preparação que gostaríamos, mas o objetivo foi cumprido!”, afirmou Gustavo Grummy, jogador da Seleção e atleta olímpico Rio-16.

Bárbaro Diaz, técnico da Seleção Brasileira masculina, apostou na mescla de experiência e juventude para alcançar a meta da classificação. Ele convocou atletas conhecidos da modalidade como Gustavo Grummy, Rafael Vergara e Gustavo Coutinho, mas também optou por chamar jovens atletas para compor time brasileiro.

Atleta do Sesi-SP e veterano na seleção, Gustavo Coutinho observa como fundamental essa renovação no polo nacional. “Essa mescla de idades e de experiência é muito importante. Os mais velhos chamam a responsabilidade e passam confiança, enquanto os mais novos podem mostrar seu melhor polo aquático. A renovação é o que garante que essa mentalidade e determinação continuem por muito tempo”, explicou Gustavo Coutinho, atleta do Brasil.

Seleção feminina garante vaga no Mundial após cinco anos

Com uma campanha de duas vitórias e duas derrotas, as meninas do Brasil precisaram vencer a Argentina por 10 a 9 na última rodada para cravar a classificação para o Mundial.

A partida foi tensa para o time verde e amarelo, que conseguiu a vitória com três gols da capitã Mélani Dias.

“Foi um resultado histórico! Estou muito feliz e orgulhoso das meninas pela determinação. Mesmo com pouco tempo de preparação, nós colocamos que chegar ao Mundial de Budapeste era o objetivo da Seleção!”.

Imagem CBDA

“As meninas treinaram muito e deram tudo de si na piscina para chegar no Mundial após cinco anos. Valeu muito a pena o esforço da equipe e vamos manter o foco para o Mundial e as finais da Liga”, explicou Frank Diaz, técnico da Seleção Brasileira feminina.

Mari Cosmo, atleta que já teve passagens pelo Sesi-SP, pelo Pinheiros e por times da Europa, falou sobre a importância dessa conquista para o polo feminino.

“Estou muito feliz de ter tido essa oportunidade ao lado da Seleção e de termos conseguido conquistar a vaga no Mundial, que era o nosso maior objetivo. Participar de uma competição desse nível é desafiador, mas muito importante para nossa equipe. A cada jogo estávamos focadas em dar nosso melhor na piscina e principalmente em estudar nossos adversários e em corrigir os erros”, analisou Mari Cosmo, jogadora da Seleção Brasileira.

Os times brasileiros tiveram pouco tempo de preparação, mas conseguiram alcançar o objetivo dos atletas, da comissão técnica e dos dirigentes. Alexandre Zwicker, Presidente da Liga PAB – Polo Aquático Brasil, ressalta a importância do êxito alcançado em Lima, no Peru.

“Depois de tantas incertezas e alterações nos calendários internacional e nacional, é importante estar jogando jogos internacionais contra equipes fortes. As Seleções masculina e feminina conseguiram se classificar para a final da Liga Mundial e para o Campeonato Mundial em Budapeste!”, celebrou o Presidente.

“Isso comprova o excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pelos clubes e os campeonatos brasileiros fomentados pela Liga PAB. À CBDA e ao COB, o nosso agradecimento pela modalidade que vem crescendo significativamente. Agora é traçar planos para que as equipes de base possam estar em competições internacionais para que possamos buscar uma vaga olímpica”, finalizou Alexandre Zwicker, Presidente da PAB.

Acompanhe as redes sociais da PAB

A página oficial da PAB no Facebook: https://www.facebook.com/ligapoloaquaticobrasil/

Acompanhe o Twitter: https://twitter.com/LigaPAB

Veja as fotos no Instagram: https://www.instagram.com/poloaquaticobrasil/

Acompanhe os novos vídeos no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCFz0pL4MkUdNGyGp1blcJnA/about

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flávio Perez e Caio Souza

flavio@onboardsports.net | caio@onboardsports.net

Uma resposta

  1. Meus parabéns às duas equipes. Espero poder ver meus filhos que hoje são atletas do TTC (Masculino e Feminino), realizar este feito também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.